Julgar

… que tudo que você vê, ouve, toca, saboreia, cheira ou sente de alguma forma é um aspecto da Divindade.

É quando você julga que é outra coisa que aquilo aparece como outra coisa em sua vida. Então, não julgue, e nem condene.

Pois aquilo que você julga, julgará você; e aquilo que você condena condenará você. Mas o que você vê como o que realmente é verá você como você realmente é. E nisto será encontrada a sua paz.

De: Neale Donald Walsch – Tradução: Sandra Barroca

Esta entrada foi publicada em Neale Donald Walsch. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s