Iniciação e história da Fada Feliz – 4ª parte

15 de julho

hoje dormi pouco

Acordei de madrugada e surgiu uma ideia que eu identifiquei sendo das aulas nocturnas de fada

Usei a ideia, ainda na cama

Tentei adormecer e não me deixaram rsss

Tive que levantar da cama e pegar num caderno que eu escrevi: Diário de Fada

E escrevi la a ideia para não esquecer e poder usar quando necessário voltei para a cama… e não conseguia dormir

Ai me vi num lugar, que creio ser uma barragem e vi um casal muito sorridente

Falei com eles e me disseram que eram tão felizes que não queriam que a felicidade terminasse, pois já tinham vivido tudo o que era possível relacionado com a felicidade… que já não havia mais felicidade a viver e por isso decidiram suicidar-se e morreram felizes juntos.

Falei com eles e disse que eles podiam criar mais momentos de felicidade

Que a nossa missão é ser feliz e que eles deviam ensinar aos outros a serem felizes com o seu exemplo.

Eles olharam um para o outro a sorrir e vi que eles tinham mudado de ideias.

De imediato entrei, igualmente acordada, numa sena em que alguém andava muito rapidamente… era um homem, e me dei conta de duas crianças a seguir que também andava rapidamente… e de seguida, vi umas pernas de mulher (vi as saias dela com uma renda) a andar muito rapidamente.

Me dei conta, que ele andava rápido e os restantes tinham fazer esforço para acompanhar.

Não lhe vi a cara, mas falei com a mulher, a ultima da fila.

Porque andava tão apressada?

Falou da falta de tempo.. que o tempo tinha acelerado e tinha muita coisa para fazer e não tinha tempo.

Lhe falei que devia viver a vida mais calmamente e desfrutar dela…. desfrutar a família e o mundo…. e a imagem desapareceu…

Tentei adormecer sem êxito…. e outra ideia surgiu… e de novo tive que levantar para escrever no Diário da Fada para não esquecer quando necessário, após de a ter usado

Voltei para a cama e não consegui dormir mais

Fada Feliz

 

30 julho de 2010

Ontem quando meu marido estava a usar o pêndulo para a caixa dele de pedidos de energia (ele faz individualmente e colectivamente estes tratamentos), aproximei dele e após ele ter usado o pêndulo, usei eu para os mesmos pedidos.

Nisto, comecei a sentir um grande calor dentro de mim… tão grande que até senti calor dentro dos ouvidos…

Por não conseguir mais a energia… e pensando que vinha dele… afastei-me dele, para tentar refrescar… mas não refrescou, tentei aplicar reiki na caixa, com ele… mas o calor era imenso o calor abrangia a minha coluna toda… senti nas pernas., … senti no pescoço e a entrar na cabeça.

O interessante é que sentia nas minhas costas e não á minha frente.

Estava mesmo aflita com aquele calor todo e não podia tomar banho, pois tinha jantado á pouco

Então o meu marido soprou… abanou com algo para fazer frio… e foi buscar uma toalha molhada para colocar e arrefecer

Aliviou bastante, a toalha molhada.. mas depois de ter tirado… o calor da coluna e dos restantes membros atrás indicados ate ao cotovelo… voltou

Lembrei que tinha lido algo, que não acreditei… de alterações do nosso código genético….

Falei disso a ele… pois ele num pais onde viveu, também teve “problemas” idênticos que ate tinha que vir para a rua para refrescar em pleno inverno com temperaturas muito negativas.

Resolvi aguentar o calor.. pois afinal aquele processo faria parte de algo… e que o calor teria que ser sentido pois talvez esse mesmo calor estivesse a fazer alguma limpeza

Dormimos com a porta da varanda aberta… apesar de la de fora não vinha fresca nenhuma— só um calor grande… mas dentro de mim, escaldava

 

31 de julho de 2010

Tenho usado um pêndulo do meu marido, para ajudar nas curas de pessoas (faz uma certa limpeza energética do problema)

Ele tem um formato interessante e tem um fio de cobre bem enroscado nele e dois magnetes (creio que é assim que se diz)

Tenho utilizado, eu e ele, para ajudar algumas pessoas.

Na minha experiência, vejo o pêndulo a rodar e passando algum tempo, pára…. depende dos casos… pois pode ficar a rodar por longos minutos….

Se no dia seguinte faço o mesmo á mesma pessoa e ao mesmo problema… ele roda e mais tarde pára

Pensei: porque ele não faz a limpeza de uma vez por todas?

Porque no dia seguinte para o mesmo problema ele continua a limpar?

Ai ontem quando vinha para casa… apareceu estas perguntas na minha cabeça… e vieram as respostas

Imaginamos uma pessoa muito mal…. caso limpasse completamente a energia do problema… a pessoa poderia passar num minuto de uma situação de grande depressão para grande euforia!

O pêndulo, vai limpando lentamente, para que a pessoa se ajuste as novas energias… para não sentir o impacto de uma vez só, que poderia também ser prejudicial.

Daí a limpeza gradual, para a pessoa passo a passo, suba um degrau de cada vez… e se alinhe a nova energia… e em cada dia fique melhor

Sou grata por este aprendizado

Fada Feliz

Esta entrada foi publicada em Fada Feliz, Iniciação e história da Fada Feliz. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s