Nada é desolador

… que nada é tão desolador quanto parece. Tudo, na verdade, é uma bênção.
Eu sei, eu sei… que às vezes é muito difícil acreditar. Como pode um evento calamitoso repentino na vida de alguém ser uma bênção? Isso requer uma visão mais profunda, eu sei, para enxergar essa verdade maravilhosa. Até o diagnóstico de uma doença terminal poderia ser visto como um outro presente da vida quando experimentado de uma perspectiva particular.
É uma oportunidade para nós expressarmos novamente, no próximo nível mais elevado, Quem Nós Realmente Somos. E, se for constatado que, no nível da Alma, nós realmente decidimos deixar nossa fisicalidade atual neste modo e tempo particular, isso, também, seria uma expressão do nosso Eu Superior. Então, todas as “calamidades” são bênçãos, ainda não compreendidas pela Mente. Deus sabia que este era um bom dia para você ouvir isto…
De: Neale Donald Walsch – Tradução: Sandra Barroca

Esta entrada foi publicada em Neale Donald Walsch. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s